Qual a importância do cabeamento estruturado?

 em Informação

Primeiramente vamos entender o que é o cabeamento estruturado: também conhecido como “KET” é a disposição organizada e padronização de conectores e meios de transmissão para redes de dados ou voz, tornando essa infraestrutura de cabos flexível a sua usabilidades seja ela para: servidores, estações, impressoras, telefones, switches, roteadores entre outros. 

O Cabeamento Estruturado é a base de uma rede, sua padronização permite flexibilidade de instalação e independência de protocolos e fornecedores, facilitando a sua gestão e crescimento. 

Atualmente a informação é extremamente valiosa e com a evolução das redes ela deve suportar vários tipos de dados, e a estruturação desta rede permite maior trafego e menos falhas. 

Por isso no momento de sua implementação deve levar em consideração sua extensão trafego e possíveis causas de interferências, produtos de baixa qualidade também impactam diretamente e sua performance.  

Apesar de parecer algo básico, quando bem implementada melhora muito a operação da empresa de forma significativa, um Cabeamento deficitário é responsável por grande parte dos problemas da área de tecnologia.  

O Cabeamento estruturado conta com normas ANSI, TIA, EIA, ABNT e IEE que visa as melhores práticas. 

  • ANSI/TIA/EIA 568B – Requerimentos gerais de Cabeamento Estruturado e especificação dos componentes para cabos e fibras: esta norma define os principais conceitos do cabeamento estruturado, seus elementos, a topologia, tipos de cabos e tomadas, distâncias, testes e certificação. 
  • ANSI/TIA/EIA 569B – Construção e projeto dentro e entre prédios comerciaisrelativas à infraestrutura de telecomunicações: esta norma define a área ocupada pelos elementos do cabeamento estruturado, as dimensões e taxa de ocupação dos encaminhamentos e demais informações construtivas; 
  • ANSI/TIA/EIA 606A – Administração dos sistemas de cabeamento: a norma especifica técnicas e métodos para identificar e gerenciar a infraestrutura de telecomunicações; 
  • ANSI/TIA/EIA 607 – Instalação do Sistema de Aterramento de Telecomunicações: esta norma define os padrões de aterramento contra descargas atmosféricas nas redes de cabeamento metálico; 
  • TIA – 942 – Diretrizes do Cabeamento Centralizado de Fibra Óptica: esta norma define a infraestrutura, a topologia e os elementos para o projeto de um datacenter, relacionado aos campos afins, como o cabeamento estruturado, proteção contra incêndio, segurança, construção civil, requisitos de controle ambiental e de qualidade de energia; 
  • TIA/EIA-TSB 72 – Diretrizes do Cabeamento Centralizado de Fibra Óptica; componentes e performance de transmissão cabos ópticos; 
  • NBR 14565 – Cabeamento de telecomunicações para Edifícios Comerciais (2007): norma brasileira da ABNT tem como base a norma americana TIA/EIA 568B. 

 

Espero ter esclarecido e demonstrado a importância de um cabeamento de qualidade. 

Postagens Recentes

Deixe um Comentário